Bibliografia

01) Assim marcha a família (com José Louzeiro e outros). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1965.
02) Argélia: o caminho da independência. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1966.
03) O poder jovem– História da participação política dos estudantes brasileiros. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968 e 1979; São Paulo: edição clandestina, 1977; Centro de Memória da Juventude, 1995; Rio de Janeiro: 5ª ed., Booklink, 2004.
04) América, mito e violência (com Cândido Mendes, José Honório Rodrigues e outros). Rio de Janeiro: Correio da Manhã, 1968.
05) Memórias do exílio (com Abdias do Nascimento, Francisco Julião, Herbert José de Souza-Betinho e outros). Lisboa: Arcádia, 1976; São Paulo: Livramento, 1978.
06) Nas profundas do inferno. Barcelona: Bruguera, 1978; Milão: Mazzotta, 1978; Rio de Janeiro: 1ª e 2ª edições brasileiras, Codecri, 1979; 3ª ed. brasileira, Booklink, 2007.
07) Poetas brasileiros de hoje (obra coletiva). Rio de Janeiro: Shogun, 1986.
08) Brizola quem é? Rio de Janeiro: Terceiro Mundo, 1989.
09Identidade cultural na era da globalização. Rio de Janeiro: Revan, 1997.
10) Leme: viagem ao fundo da noite. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1998; Booklink, 2009.
11) Candeia: eterna chama(livro-CD com Paulinho da Viola, Sérgio Cabral e outros). Rio de Janeiro: Perfil Musical, 1998.
12) Nossa paixão era inventar um novo tempo (obra coletiva, com Bete Mendes, Fernando Gabeira, Apolônio de Carvalho e outros). Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1999.
13) Poesias de jornalistas (obra coletiva). Rio de Janeiro: Habla Comunicação, 2004.
14) Memória do movimento estudantil (com Aldo Arantes, Franklin Martins, Roberto Amaral e outros). Rio de Janeiro: Museu da República, 2005.
15) Invasão da FNM-40 anos(com Jean-Marc van der Weid e outros). Rio de Janeiro: UFRJ, 2006.
16) Pela democracia, contra o arbítrio: a oposição democrática, do golpe de 1964 à campanha das Diretas Já (org. Flamarion Maués e Zilah Wendel Abramo). São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2006.
17) CACO: 90 anos de história (vários autores, entre os quais Evandro Lins e Silva e Evaristo de Moraes Filho). Rio de Janeiro: Coordenadoria de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2008.

Um comentário:

Professor Paulo Menis disse...

Boa tarde.
É uma honra estar entrando em contato com uma das pessoas que fez o Brasil de hoje.
Estou elaborando minha dissertação de mestrado na Católica de Brasília e meu tema versa sobre a geração atual e os movimentos de rua de 2013. Os pontos de partida do estudo são Foracchi e Ianni, quanto ao estudante enquanto classe social, Mannheim, enquanto geração e Poerner sobre a realidade política do estudante à época da ditadura. O Poder Jovem tem sido meu companheiro.
Escrevo para pedir que se for possível, me escreva algumas linhas sobre a sua visão do movimento. Lí sua entrevista à PUC Rio, ela é importante, mas estávamos no clamor dos acontecimentos, gostaria de ter seu ponto de vista agora. O movimento deu uma tregua, não acredito de não volte mais, a copa está ai.